Estréias da semana - 30/04/2010

Confira as principais estréias da semana.

Clique nos cartazes para ver os trailers:


Homem de Ferro 2
Jon Favreau


O Que Resta do Tempo
Elia Suleiman


A Casa Verde
Paulo Nascimento


Tudo Pode Dar Certo
Woody Allen


Baixe também 2 wallpapers de Homem de Ferro 2

Estréias da semana - 30/04/2010 é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Colabore com o blog dos Grandes Filmes




Colabore com o blog dos Grandes Filmes é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Listas de Quinta: Filmes Imperdíveis de Maio

Em maio chegará ao cinema o último filme feito por Heath Ledger: O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus. Vi ele na Mostra e é interessante. Logicamente vale ver como o último registro do grande ator, que morreu durante as gravações.

Vamos ter, também, a refilmagem de Fúria de Titãs, Robin Hood, de Ridley Scott, e O Escritor Fantasma, de Roman Polanski.

Veja a lista do que será lançado em maio e que muita gente está esperando:


Hora do Pesadelo

Samuel Bayer
07/05


O Inferno de Henri-Georges Clouzot
Bromberg & Medrea
07/05


O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus
Terry Gilliam
07/05


Robin Hood
Ridley Scott
14/05


Fúria de Titãs
Louis Leterrier
21/05


Baaria – A Porta do Vento
Giuseppe Tornatore
28/05


O Escritor Fantasma
Roman Polanski
28/05


Sexy & The City 2
Michael Patrick King
28/05


A Jovem Rainha Victoria
Jean-Marc Vallée
Sem dia definido

Esqueci de algum filme? Deixe comentários.

Vídeos feitos por fãs de Lost

Com o final de Lost se aproximando, a ABC lançou, neste mês, um concurso de vídeos promocionais feitos por fãs.

Já que nesta semana não teve episódio novo, separei três que achei interessantes. Vamos ver se diminui a crise de abstinência.

ABC Lost Promo contest - "Questions"



ABC Lost Promo contest "Obsession"



E o vencedor, que é mesmo muito bom:

ABC Lost promo contest - Convergence


Vídeos feitos por fãs de Lost é um post original do blog dos Grandes Filmes.

A Casa Verde, de Paulo Nascimento (2009)


A Casa Verde

Direção: Paulo Nascimento

Roteiro: Paulo Nascimento

Elenco: Nicola Siri / Fernanda Moro / Lui Strassburger / Zé Victor Castiel / Ingra Liberato / Leonardo Machado / Marcos Verza / Jeffersonn Silveira /Rogério Hoch

Imagens:



Sinopse:

Um desenhista em crise criativa é pressionado por sua editora a entregar a história em quadrinhos que está desenvolvendo. Os personagens estão esquematizados, mas a história não evolui.

A ação avança quando um cientista/professor inventa um reciclador de lixo, contrariando os interesses do malvado da história, Jordão, que cobra pela coleta do lixo na cidade. Ele e sua assistente, Gigi, partem para a vingança. Um dos personagens, Nerd 1, uma criança aluna do cientista, pede ajuda a um avatar que ela mesma criou e passou a chamar de “Eu”. Com a ajuda de dois catadores de lixo, Escova e Sabão, Nerd 1 convence o desenhista de que “Eu” é a heroína perfeita para a história. “Eu” procura um antigo amigo do professor para ajudá-los. Trata-se de Leonardo Del Vinte, um alquimista de quinhentos anos.

A partir daí, o desenhista perde o controle da história e os personagens passam a agir por conta própria. Todos querem salvar o professor das garras de Jordão, impedir que a reciclagem acabe e salvar o meio ambiente da poluição do malvado.

Mas ninguém pode ignorar um autor impunemente...

O Profeta, Jacques Audiard (2009)


Un prophète

Direção: Jacques Audiard

Roteiro: Thomas Bidegain / Jacques Audiard (baseado em Abdel Raouf Dafri / Nicolas Peufaillit)

Elenco: Tahar Rahim / Niels Arestrup / Adel Bencherif / Hichem Yacoubi / Reda Kateb / Jean-Philippe Ricci

Imagens:




Sinopse:

ondenado a seis anos de prisão, Malik El Djebena, meio árabe, meio córsico, é analfabeto. Ao chegar à prisão, totalmente sozinho, ele parece mais jovem e mais frágil do que os outros presos. Ele está com 19 anos. O líder da facção dos córsicos dá a Malik uma série de missões a serem cumpridas. Ele aprende rápido e se fortalece, ganhando a confiança do chefe da facção. Malik usa toda a sua inteligência para desenvolver discretamente o seu plano.

O Profeta, Jacques Audiard (2009) é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Estréias da semana - 23/04/2010

Confira as principais estréias da semana.

Clique nos cartazes para ver os trailers:


Alice no País das Maravilhas
Tim Burton


Depois de Ontem, Antes de Amanhã
Christine Liu


Lissi no Reino dos Birutas
Michael Herbig


A Estrada
John Hillcoat


Utopia e Barbárie
Silvio Tendler


Sonhos Roubados
Sandra Werneck


Os EUA x John Lennon
David Leaf e John Scheinfeld
No Rio de Janeiro

Estréias da semana - 23/04/2010 é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Lissi no Reino dos Birutas, de Michael Herbig (2007)


Lissi und der Wilde Kaiser

Direção: Michael Herbig

Roteiro: Alfons Biedermann / Michael Herbig

Elenco: Michael Herbig / Christian Tramitz / Rick Kavanian / Lotte Ledl / Gerd Knebel / Waldemar Kobus

Imagens:



Sinopse:

A imperatriz Lissi e seu marido Franz vivem felizes em um mundo perfeito, onde há sempre dinheiro, festas e bombons de chocolate. Até que, repentinamente, nuvens escuras tomam conta do alto das montanhas. Trata-se do Abominável Homem da Neve, que precisa sequestrar a imperatriz para salvar sua própria pele.

Utopia e Barbárie, Silvio Tendler (2009)


Utopia e Barbárie

Direção: Silvio Tendler

Roteiro: Silvio Tendler

Elenco: Letícia Spiller / Chico Diaz / Amir Haddad

Imagens:



Sinopse:

Utopia e Barbárie, de Silvio Tendler é um documentário que trafega por alguns dos mais polêmicos episódios dos últimos séculos. Temas como o Holocausto, as bombas de Hiroshima e Nagasaki, a Revolução de Outubro e o ano de 1968 no mundo, inclusive no Brasil, são retratados com imagens e depoimentos surpreendentes, de quem sonhou e lutou pela liberdade.

Depois de Ontem, Antes de Amanhã, de Christine Liu (2009)


Depois de Ontem, Antes de Amanhã

Direção: Christine Liu

Roteiro: Daniela Capelato / Christine Liu / Beatriz Godoy

Imagens:



Sinopse:

Josenilda, Lucivânia e Daniel são amigos. Os três vivem na cidade de Araçoiaba, interior de Pernambuco, a 67 km de Recife. Poderia ser um bairro da capital, mas não faz parte da zona urbana. Também não é sertão nem chega a estar na Zona da Mata. É uma cidade isolada das áreas que usufruem de assistência. Josenilda e Lucivânia são mulheres que tentam encontrar espaço nessa realidade. Daniel é um trabalhador das plantações de cana-de-açúcar e fotógrafo. Os três se unem pela amizade e pelo amor à cidade. Durante o período das festas de São João, Araçoiaba revela sua força através das histórias desses personagens.

Listas de Quinta: 5 Filmes de James Cameron

A lista de quinta desta semana é sobre um diretor que se acostumou a causar frisson a cada novo lançamento.

James Cameron já provocou pelo menos três terremotos no cinema mundial, em 1991, 1997 e 2009, sempre com filmes com muita ação e muita inovação tecnológica.

Segue a lista de cinco filmes imperdíveis de Cameron:

O Exterminador do Futuro (The Terminator, 1984) - Um robô vem do futuro para matar a mãe do homem que será o salvador da humanidade, em uma guerra entre homens e máquinas. Junto com ele, chega também um humano, amigo do futuro líder, que tem a missão de proteger a garota. Schwarzenegger, com um sotaque austríaco carregadíssimo, estourou de vez e se tornou um dos maiores astros de Hollywood depois de interpretar o Terminator, um dos vilões mais sinistros do cinema.

Aliens - O Resgate (Aliens, 1986) - Sete anos depois de Alien, de Ridley Scott, Cameron dirigiu esta continuação. Estrelado, novamente, por Sigourney Weaver, Aliens deixa de lado o horror da primeira parte, focando mais na ação. Venceu o Oscar de efeitos visuais, o que se tornaria normal nos filmes do diretor.

O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (Terminator 2: Judgment Day, 1991) - Schwarzenegger está de volta, só que agora ele vem do futuro para proteger um John Connor rebelde e adolescente. Sarah Connor, sua mãe, está presa em um hospício, já que ninguém acredita em sua história de fim de mundo e guerra contra robôs. Esta é uma das melhores continuações do cinema e o meu preferido do Cameron. Mais um que ganhou o Oscar de efeitos visuais. A primeira vez que vi aquele robô se transformando em "mercúrio" e depois voltando, foi de pirar a cabeça.

Titanic (Titanic, 1997) - História de um amor impossível utilizando a tragédia do Titanic como pano de fundo. Na época, achei o filme muito fantasioso e meloso e não gostei, talvez influenciado negativamente por todo aquele hype. No entanto, não dá para negar a importância de uma fita que gerava filas inacreditáveis, que desciam as escadas dos shoppings. Além disso, de novo, os efeitos deixavam todos boquiabertos. Para variar, venceu o Oscar de efeitos visuais (foram 11 ao todo). Cameron entrava para a história do cinema.

Avatar (Avatar, 2009) - Volta triunfal de Cameron às telonas. Avatar foi o filme de 2009 (e começo de 2010). Nunca vi uma obra cinematográfica levar tanta gente mais de uma vez aos cinemas (coisa que acho bizarra, diga-se de passagem). De novo, Cameron abala o mundo dos efeitos visuais, com o 3D altamente palpável das florestas de Pandora (mais um Oscar). Apesar do roteiro sem grandes surpresas, a beleza dos cenários de Avatar foram suficientes para que eu saísse do cinema maravilhado.

Apesar dos filmes de Cameron sempre ganharem prêmios de efeitos visuais, ele tem o grande mérito de sempre usar os efeitos para a trama, e não o contrário. Não vemos um personagem digital criado apenas para dizer: "olha, eu consigo fazer personagens digitais", problema existente em uma boa parte dos filmes atuais, incluindo diversos blockbusters.

E é isso. Quais filmes vocês tirariam ou incluiriam na lista? O Segredo do Abismo? Ou será que deveria ter cedido espaço para Piranhas 2 - Assassinas Voadoras, o primeiro filme de Cameron?

Lançamento: Compre Avatar em DVD e Blue-Ray

Sonhos Roubados, de Sandra Werneck (2009)


Sonhos Roubados

Direção: Sandra Werneck

Roteiro: Eliane Trindade

Elenco: Ângelo Antônio / Zezeh Barbosa / M.V. Bill / Nanda Costa / Daniel Dantas / Lorena Da Silva / Amanda Diniz / Guilherme Duarte / Kika Farias / Murilo Grossi / Silvio Guindane / Marieta Severo / Nelson Xavier

Imagens:




Sinopse:

Com poesia e sensibilidade, Sonhos Roubados conta a trajetória de três adolescentes que vivem na periferia carioca. As famílias disfuncionais, a gravidez precoce e a falta de dinheiro são realidades cotidianas. Elas acabam encontrando na prostituição uma saída. Mesmo assim, usam o humor todo o tempo para refletir suas decisões e procuram curtir a vida com as oportunidades de surgem: um namoro novo, um baile funk ou aquele mp3 tão sonhado.

O Inferno de Henri-Georges Clouzot, de Serge Bromberg & Ruxandra Medrea (2009)

L'enfer d'Henri-Georges Clouzot

Direção: Serge Bromberg / Ruxandra Medrea

Roteiro: Serge Bromberg

Elenco: Romy Schneider / Bérénice Bejo / Serge Reggiani / Jacques Gamblin

Imagens:



Sinopse:

Em 1964, o cineasta francês Henri-Georges Clouzot, autor de grandes clássicos como O Corvo e As Diabólicas, começa a filmar Inferno, um projeto original e enigmático de grande orçamento, drama delirante sobre as alucinações de um gerente de hotel na Provença enlouquecido de ciúmes pela esposa. Estrelando Romy Schneider e Serge Reggiani, o filme era destinado a ser um grande evento em seu lançamento. Porém, após três semanas de filmagens delirantes, o projeto foi interrompido, e as imagens já feitas permaneceram inéditas por mais de 40 anos. Os diretores Serge Bromberg e Ruxandra Medrea recuperam essas imagens e contam a história desse filme interrompido, uma magnífica tragédia à frente e por trás das câmeras.

O terror tosco dos anos 80. E como eu adorava...

Passei boa parte da minha infância assistindo filmes de terror.

Como todo mundo que viveu sua infância / início da adolescência nos anos 80, eu também tinha aquela filosofia do "quanto pior, melhor", e aquela década foi recheada de filmes toscos: porradaria, fitas adolescentes, ficção científica... todos os gêneros tinham sua quota. Os filmes de terror eram o supra-sumo desta categoria.

A princípio, a Tela Quente, a Temperatura Máxima e a Sessão das Dez eram os meus maiores provedores de filmes Z. Quando eu tinha 10 anos, meu pai comprou um videocassete e aí foi uma festa. Toda sexta eu passava na Vídeo Locadora São Paulo e pegava 5 fitas, para entregar na segunda-feira. Como é de se imaginar, depois de uns dois meses os filmes ficavam cada vez mais estranhos, já que a locadora não tinha tantos títulos assim.

Foi nessa época que eu vi e revi praticamente todos os filmes desta lista que vou apresentar para vocês.

Um dos primeiros filmes que marcou minha vida foi A Volta dos Mortos-Vivos (The Return of the Living Dead, 1985). Fiquei simplesmente fissurado com a mistura de horror e comédia. As atuações fraquíssimas, as falas exageradas, os mullets... nada disso era percebido por mim. O que chamava minha atenção eram os esqueletos comendo cérebros e a punk dançando nua em cima de um túmulo (depois ela vira uma zumbi gostosona pelada). Para encerrar, ainda temos piadas envolvendo o exército americano e sua conhecida falta de sensibilidade para lidar com crises.

Pague Para Entrar, Reze Para Sair (The Funhouse, 1981) realmente me assustava. A história gira em torno de um grupo de jovens que resolve passar a noite em um parque de diversões e é perseguido por criaturas estranhas. Não lembro muito deste filme, mas sei que o parque era habitado por uma série de monstros e o filme apavorava minhas noites de sábado.




A Noite dos Arrepios (Night of the Creeps, 1986) foi um clássico do "terrir" adolescente. Em um campus, todos os estudantes ficam à mercê de uma espécie de lesmas alienígenas, comedoras de cérebro. Os extra-terrestres entram pela boca da pessoa e começam a controlar suas ações, transformando-a em um zumbi hospedeiro. A única coisa que pode matar esses ETs é a alta temperatura. Este eu adorava.

A Casa do Espanto (House, 1986) é outro que cansei de assistir. Eu simplesmente era fã da história do pai e do filho que se mudam para uma casa nova e têm que enfrentar todo o tipo de aparição. Um dos atrativos era o fato do personagem principal ser interpretado por William Katt, o Super-Herói Americano da série de TV que passava no SBT.

O estranho dessa época é que nunca me interessei por A Hora do Pesadelo, cujo personagem principal era o Freddy Krueger. A exceção acabou sendo A Hora do Pesadelo 3 (A Nightmare On Elm Street 3: Dream Warriors, 1987), que passava à exaustão na Globo e que eu sempre assistia. Nunca esqueci da musiquinha "1, 2, ele vai te pegar..." e também não esqueço do Freddy usando um dos garotos malucos como marionete.

Aí chegamos em Sexta-Feira 13 (Friday the 13th, 1980, 1981, 1982, 1984, 1986, 1988, 1989), que era a série que embalava meus fins de semana e do meu irmão. Vivíamos alugando os filmes, desde o primeiro, onde a mãe do Jason era a assassina, até a oitava parte, que é quando Jason Voorhees vai para Nova Iorque e eu, finalmente, me decepcionei com ele. Se assistir a filmes violentos transformasse alguém em psicopata, os produtores de Sexta-Feira 13 seriam os maiores responsáveis pelos crimes cometidos hoje em dia...

A Morte do Demônio (The Evil Dead, 1982) - Para encerrar, o grande filme feito pelo jovem Sam Raimi, que acabou se tornando o diretor dos blockbusters da série Homem-Aranha. Um grupo de jovens vai passar um fim de semana em uma cabana sinistra, no meio da floresta e encontram uma antiga gravação. Ao ouvirem a mesma, acabam liberando um demônio que mata e possui o corpo, fazendo com que os amigos passem a atacar uns aos outros.

O filme é mega-tosco, feito com um orçamento mínimo, mas conseguia criar um clima de tensão e, ao mesmo tempo, gerar risos nervosos com toda a gosma dos corpos possuídos. Um verdadeiro clássico.

Vale ressaltar a salada dos nomes que ele recebeu aqui no Brasil. The Evil Dead foi conhecido aqui como A Morte do Demônio, Uma Noite Alucinante 1 - Onde Tudo Começou e também apenas como Evil Dead.

E estes foram alguns dos filmes que ajudaram na formação do meu caráter... E vocês? Quais os filmes toscos que vocês não esquecem?

Ps. Fica aqui um agradecimento ao site Boca do Inferno, por ter servido de referência. Tinha várias coisas nos filmes que eu lembrava vagamente e pude confirmar por lá. Para quem gosta de saber TUDO de filmes de terror, fica a dica.

A Estrada, de John Hillcoat (2009)


The Road

Direção: John Hillcoat

Roteiro: Joe Penhall (baseado em Cormac McCarthy)

Elenco: Viggo Mortensen / Kodi Smit-McPhee / Robert Duvall / Guy Pearce / Molly Parker / Michael K. Williams / Garret Dillahunt / Charlize Theron

Imagens:



Sinopse:

Um pai e seu filho andam sozinhos pela América queimada. Nada se move na paisagem devastada a não ser as cinzas ao vento e água. É frio o suficiente para quebrar pedras, e quando a neve cai, é cinzenta. O céu está negro. O destino é o Sul que será mais quente, embora eles não saibam se lá alguma coisa os espera. Eles não têm nada: apenas uma pistola para se defenderem contra os gangs canibais que patrulham a estrada, a roupa que têm vestida, um carrinho de compras ferrugento com comida estragada e um ao outro.

A Estrada, de John Hillcoat (2009) é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Sedução (2009) :: Trailer


Cracks

Direção: Jordan Scott

Roteiro: Ben Court / Caroline Ip / Jordan Scott (baseado em Sheila Kohler)

Elenco: Eva Green / Juno Temple / María Valverde / Imogen Poots / Ellie Nunn / Adele McCann / Zoe Carroll

Imagens:



Sinopse:

Inglaterra. Mrs. G (Eva Green) é professora de uma austera escola para garotas. Enquanto a maioria das professoras são severas e rígidas, Mrs. G é uma mulher a frente de seu tempo, com espírito jovem e aventureiro, fazendo questão de transmitir isso para suas alunas. Mas, o destino está prestes a mudar, quando a jovem e bela Fiamma (Maria Valverde), uma estudante espanhola, se matrícula na escola. A garota insiste em preservar sua independência o que chama a atenção de Mrs. G. Conforme os laços se tornam mais íntimos, segredos e mentiras virão à tona com a descoberta de que a relação entre professora e aluna é mais do que simplesmente acadêmica.

Sedução (2009) :: Trailer é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Novo Avatar - A Viagem de Chihiro


O novo avatar do blog dos Grandes Filmes é uma homenagem a uma das grandes animações de todos os tempos: A Viagem de Chihiro, de Hayao Miyazaki, lançado em 2001.

Veja o trailer, resenha e a ficha técnica do filme.

Novo Avatar - A Viagem de Chihiro é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Estréias da semana - 16/04/2010

Confira as principais estréias da semana.

Clique nos cartazes para ver os trailers:




Zona Verde
Paul Greengrass


Mary e Max
Adam Elliot


Vidas Que Se Cruzam
Guillermo Arriaga


As Melhores Coisas do Mundo
Laís Bodanzky


O Caçador de Recompensas
Andy Tennant


Estréias da semana - 16/04/2010 é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Vidas Que Se Cruzam, de Guillermo Arriaga (2008)


The Burning Plain

Direção: Guillermo Arriaga

Roteiro: Guillermo Arriaga

Elenco: Charlize Theron / Kim Basinger / Jennifer Lawrence / José María Yazpik / Joaquim de Almeida / Tessa Ia / Diego J. Torres / J.D. Pardo / Danny Pino

Imagens:



Sinopse:

O passado e o presente podem ter um efeito curioso sobre as pessoas separadas pelo espaço e pelo tempo. Mariana, uma garota de 16 anos está tentando unir as vidas destroçadas de seus pais em uma cidade na fronteira do México. Sylvia, uma mulher que vive em Portland deve realizar uma odisséia emocional para apagar um pecado de seu passado. Gina e Nick, um casal que tem de lidar com um intenso e proibido caso; e Maria, uma jovem garota que precisa ajudar seus pais a encontrar a o perdão e o amor. Os cincos começarão suas próprias jornadas em busca de redenção e descobrirão que suas ações poderão fazer a diferença entre a vida e a morte.

As Melhores Coisas do Mundo, de Laís Bodanzky (2009)


As Melhores Coisas do Mundo

Direção: Laís Bodanzky

Roteiro: Luiz Bolognesi (baseado em Gilberto Dimenstein / Heloisa Prieto)

Elenco: Caio Blat / Paulo Vilhena / Francisco Miguez / Gabriela Rocha / Fiuk / Denise Fraga / Gabriel Illanes / Gustavo Machado

Imagens:



Sinopse:

Mano tem 15 anos, adora tocar guitarra, beijar na boca, rir com os amigos, andar de bike, curtir na balada. Um acontecimento na família faz com que ele perceba que virar adulto nem sempre é tarefa fácil: a popularidade na escola, a primeira transa, o relacionamento em casa, as inseguranças, os preconceitos e a descoberta do amor.

Em meio a tantos desafios, Mano descobre e inventa As Melhores Coisas do Mundo.

Com direção de Laís Bodanzky e roteiro de Luiz Bolognesi, o filme é inspirado na série de livros Mano, escritos por Gilberto Dimenstein e Heloisa Prieto, e estréia em abril 2010 nos cinemas.

Mary e Max, de Adam Elliot (2009)


Mary and Max

Crítica: A melancolia de Mary e Max

Direção: Adam Elliot

Roteiro: Adam Elliot

Elenco: Toni Collette / Philip Seymour Hoffman / Eric Bana / Barry Humphries / Bethany Whitmore / Renée Geyer

Imagens:


Sinopse:

Uma história de amizade entre duas pessoas muito diferentes: Mary Dinkle, uma menina gordinha e solitária, de oito anos, que vive nos subúrbios de Melbourne, e Max Horovitz, um homem de 44 anos, obeso e judeu que vive com Síndrome de Asperger no caos de Nova York. Alcançando 20 anos e 2 continentes, a amizade de Mary e Max sobrevive muito além dos altos e baixos da vida. Mary e Max é viagem que explora a amizade, o autismo, o alcoolismo, de onde vêm os bebês, a obesidade, a cleptomania, a diferença sexual, a confiança, diferenças religiosas e muito mais. Dos criadores do vencedor do Oscar de curta de animação Harvie Krumpet.

Mary e Max, de Adam Elliot (2009) é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Listas de Quinta: 5 Filmes Japoneses

A lista de quinta desta semana homenageia um dos meus cinemas preferidos, o japonês.

Não é exatamente uma lista dos melhores filmes japoneses, pois é óbvio que a quantidade é gigante e só do Kurosawa dava para indicar uns 10, do Miyazaki uns 5. É uma lista de filmes que gosto muito e que abrangem diversos gêneros diferentes.

Uma boa pedida para quem quer conhecer o cinema japonês.



Os Sete Samurais (Shichinin No Samurai, de Akira Kurosawa - 1954) - Vale cada minuto das mais de 3 horas de duração. Conta a história de uma aldeia que é roubada todos os anos por um bando e que resolve pedir ajuda para um grupo de samurais mercenários. A história é tão interessante que serviu de base para diversas refilmagens e homenagens, como Sete Homens e Um Destino e Vida de Inseto.



A Viagem de Chihiro (Sen To Chihiro No Kamikakushi, de Hayao Miyazaki - 2001) - Ao se mudar para uma nova cidade, uma família se perde e acaba ficando presa em uma espécie de templo. Os pais são transformados em porcos, enquanto a menina vira empregada em uma casa de banhos para divindades. Ela tem que achar uma forma de fugir de lá, salvando os pais, antes de esquecer o próprio nome, o que a condenaria para sempre. Cheio de metáforas sobre perda e mudança, uma obra-prima da animação. Assista A Princesa Mononoke na sequência, em sessão dupla.



Tampopo - Os Brutos Também Comem Spaghetti (Tampopo, do Juzo Itami - 1985) - Uma comédia diferente. Dois caminhoneiros tentam ajudar uma dona de restaurante, péssima cozinheira, a descobrir a receita do macarrão perfeito. Paralelamente a isso, vamos vendo diversas pequenas histórias que sempre têm a comida como pano de fundo.



Ninguém Pode Saber (Dare Mo Shiranai, de Hirokazu Koreeda - 2004) - Um dos melhores filmes que já vi. Conta a história de uma mãe que abandona seus quatro filhos. Como, teoricamente, ninguém sabe que existem quatro crianças vivendo sozinhas no apartamento, o caos vai se instaurando sem que nenhum adulto intervenha. A trama fica ainda mais pesada quando sabemos que o filme é baseado em uma história real de abandono e negligência. Imperdível.



Ring: O Chamado (Ringu, de Hideo Nakata - 1998) - Este é bem famoso, já que teve uma refilmagem americana, muito assistida, estrelada pela Naomi Watts. O filme japonês é simples e direto, e tem uma fotografia menos trabalhada, ligeiramente azulada, que acaba deixando tudo com um clima bem mais assustador. A grande vantagem da versão japonesa é que seu público não exige uma explicação para o sobrenatural, o mal existe e pronto. Ainda assim, a trama é bem amarrada. E tenho certeza de que a vilã, Sadako, daria uma surra na Samara, sem dó.


Estes são 5 dos filmes japoneses que considero imperdíveis. Quais mais vocês indicariam?

Palavras-chave:

filmes japoneses, melhores filmes japoneses, filme japones, filmes japoneses, melhor filme japoneses, filme japones, bons filmes japoneses, films japoneses, lista de filmes japoneses, melhor filme japones

Listas de Quinta: 5 Filmes Japoneses é um post original do blog dos Grandes Filmes.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do cinema e das séries?
ASSINE GRATUITAMENTE O NOSSO FEED RSS
Add no Google Reader

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO